DATA

Seja bem-vindo. Hoje é

Seguidores

SAUDAÇÃO

SAUDAÇÃO

ASTHAR SHERAN

ASTHAR SHERAN
COMANDANTE DA FROTA INTERGALÁCTICA

DEFINIÇÃO E NOME DO BLOGUE

SOMOS AS SEMENTES ESTELARES

Escolhi este nome para o blogger em virtude de ser uma pesquisadora de muitos anos sobre tudo que se relacione com o nosso planeta, sendo a maior parte fazendo pesquisas metafísicas.

É de meu interesse indicar sites que ajudarão muitas pessoas a reavaliarem seus padrões de conhecimentos, seja no terreno cientifico e por que não dizer religioso também, pois num futuro não muito distante estes dois estarão se unindo...

Aos queridos visitantes solicito visitarem os links de sites e blogues citados nas postagens, acredito que irão gostar muito!

POSTAGENS RECENTES

Mostrando postagens com marcador SATSANG DO COLETIVO DO UM. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador SATSANG DO COLETIVO DO UM. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

*QUESTÃO 7* SATSANG DO COLETIVO DO UM 12.10.2013 - por ALTA

*QUESTÃO 7*
SATSANG DO COLETIVO DO UM
12.10.2013 - por ALTA
Áudio (mp3) com a resposta de Alta:
Questão 7
Olá Alta,
Eu lhe agradeço imensamente pela criação do Autres Dimensions.
A partir de 2007, eu comecei a perceber as Vibrações e nenhum terapeuta que eu consultei, na época, pôde me dizer o que acontecia comigo.
As “respostas” me chegavam através do site Autres Dimensions.
Obrigada mais uma vez.
Em 2011, eu vivenciei um sentimento de Alegria sem objeto.
Eu estava, então, grávida.
Desde dezembro de 2012, houve uma dificuldade crescente de me abandonar e de abandonar o Si
Uma decodificação que eu havia solicitado em 2012 especificava que restava um Último bloqueio para abandonar o Si (no qual eu não estou instalada).
Eu me sinto perdida, eu pratico o protocolo sobre o apego da personalidade a ela mesma.
Eu percebo, às vezes, tremores no peito ou no corpo todo, bem como muitas Vibrações (as Estrelas, as Portas,...) e o Canal Mariano juntamente com Presenças à minha esquerda, a qualquer hora do dia.
Entretanto, hoje eu tenho a sensação de que eu preciso parar com tudo isso, eu me sinto desanimada porque eu tomo consciência de que eu estou procurando e eu não tenho mais vontade de procurar.
O ditado “quem procura, acha” parece falso hoje.
Como saber “quem” está desanimado?
Ainda na volta do Ego?
Obrigada por me explicar.
Ao seu dispor,
Akila B.
Resposta de Alta
Então, Akila, eu quero lhe dizer que tudo o que você descreve são os sintomas da Infinita Presença, quer seja a percepção das Portas,
o Despertar da Kundalini, o Canal Mariano, o Charan Amrita
(ou Onda da Vida), então, onde está errado?
E você demonstra assim que podemos viver ainda hoje esses sintomas, esses sinais sem, no entanto, ser Absoluto, sem, no entanto, estar na Alegria, sem estar na serenidade, sem estar na Paz, o que parece ser o seu caso.
Bem, é muito simples, muito simples, extremamente simples e tão simples que muitos de nós efetivamente não vemos isso, é que quando há esses mecanismos Vibratórios, não é questão de procurar seja o que for, muito pelo contrário, é questão, eu repito, de permanecer tranquilo, de fazer silêncio, de se desidentificar do papel de ator, do papel de espectador, do papel de observador, e nada fazer (não intervir).
É justamente o fato de procurar que bloqueia, a partir do momento em que os marcadores do Último ou da Infinita Presença estão aí,
quer seja o Despertar da Kundalini, quer sejam os Siddhis ou poderes da alma, sejam quais forem essas percepções energéticas Vibratórias, vocês podem até mesmo ter vivenciado o Despertar da Kundalini, e eu encontrei pessoas bem antes do nascimento da Onda da Vida que tinham vivido o Despertar real da Kundalini e que, no entanto, não estavam realmente na Alegria, da serenidade e na Paz.
Por quê?
Porque essas pessoas, das quais aparentemente você faz parte,
elas, inconscientemente, ou no limite da consciência, têm necessidade de controlar, necessidade de verificar, necessidade de avaliar, de comparar.
Enquanto esses elementos estiverem presentes, e isso apenas é,
somente, uma atitude mental, bem, há efetivamente resistência.
Não há, no entanto, que culpar falando do ego, mas simplesmente que vê-lo pelo que ele é, o ego é a resistência.
Então, enquanto esta Última Presença vivenciada por momentos,
ou intensamente, como você o descreve, não for abandonada, não no sentido de uma recusa, não no sentido de uma negação, mas da Dissolução da própria pessoa, há presença desta resistência.
Então, não vale a pena ir trabalhar na causa, no por que de como essas resistências estão aí, de encontrar uma causa kármica, de encontrar uma deficiência em meio à personalidade, às emoções ou ao mental, mas simplesmente de desprender-se disso, de abandonar isso, de mudar de ponto de vista, de deixar-se ir para Ser
Deixar-se ir para Ser não é um caminho, não é uma distância, mas é passar da distância à coincidência, é realmente uma questão de olhar, já que o Absoluto sempre esteve aí, a Alegria e a Beatitude são a nossa natureza e a nossa Essência.
Assim, isso não é um postulado ou um conceito, mas uma evidência.
Então, como viver esta evidência?
Bem, simplesmente vendo, sem qualquer culpabilidade, o ego trabalhando.
O ego estará sempre na justificação, o ego estará sempre na memória, o ego estará sempre na projeção no futuro, o ego estará sempre na necessidade de apropriação, de atribuição em relação a si mesmo ou em relação ao outro, eu falei na questão anterior.
É contra isso que é preciso não lutar, mas simplesmente ver, vê-lo pelo que ele é, um jogo do eu e não ali se identificar
E você não tem que procurar, enquanto você quiser procurar,
mesmo vivendo esses estados Vibratórios, bem, você será enganada pela sua própria personalidade.
Você não tem, entretanto, que condenar, você tem apenas que descontrair, você tem apenas que desaparecer si mesma em meio às manifestações Vibrais que você descreve, não para torná-las sua, não para vê-las, mas para ali fundir-se, ou seja, para desaparecer da pessoa sem negá-la, sem desviá-la, mas ali se infiltrando.
É deste modo que vocês vão chegar, como disse Air, a se descolar do que adere à sua pele, por assim dizer, a pele sendo o limite da encarnação, a energia adere à nossa pele, a memória adere à nossa pele, os apegos aderem à nossa pele.
Mas os apegos são apenas resistências e por trás de quaisquer resistências, há o medo.
O medo, ele está visceralmente inscrito, como eu disse, no reflexo de sobrevivência que está ligado ao cérebro arcaico, ao cérebro reptiliano, no qual nós não temos como agir.
Tentem parar de respirar, vocês vão ver que depois de certo tempo,
mesmo se vocês quiserem continuar sem respirar mais, bem, os centros, os núcleos de reflexo da respiração no nível do tronco cerebral, atrás do cérebro, logo terão feito desencadear uma descarga de adrenalina, assumindo a retransmissão da sua respiração consciente.
Então, tudo isso é preciso ver, sem negá-lo já que isso faz parte da realidade, mesmo sendo uma ilusão, mas de preferência servir-se disso, e a única maneira de ali se servir é descolar-se, passar disso para ir além.
Mas este episódio, não o concebam como um deslocamento, é justamente uma imobilidade perfeita, é justamente neste silêncio,
nesta imobilidade, nesta tranquilidade que vai se manifestar, de algum modo, a Graça.
Nós somos a Graça, mas enquanto nós estivermos na personalidade, eu posso dizer que a Graça é efêmera, que ela corresponde a uma luta, que ela corresponde a um esforço.
Mas viver a Graça, Ser a Graça e permanecer nela, na nossa Eternidade, é tudo exceto um esforço, é uma simplicidade e é uma capitulação, ou seja, mais uma vez, não uma negação, mas a verdadeira Transcendência.
Então, esta verdadeira Transcendência, ela necessita, mais do que nunca, desta Humildade, desta Simplicidade, deste Caminho da Infância de que falou Teresa do Menino Jesus, mas podemos tomar múltiplas referências, isso é fazer desaparecer, não por um esforço do mental ou até mesmo da consciência, os diferentes véus da ignorância e do conhecimento, para encontrar-se nu.
Encontrar-se nu é, justamente, não mais ter ponto de referência seja do que for, não mais ter referência de um passado, não mais ter referência de um futuro, então, uma vez mais, isso não é, como dizer, passar ou renegar seja o que for, mas integrá-lo para transcendê-lo, para atravessá-lo, para integrá-lo em meio ao que nós somos, ou seja, a Graça, ou seja, a Luz, ou seja, o Amor, ou seja, o Parabrahman.
Hoje, mais do que nunca, há duas coisas essenciais, além da Humildade e da Simplicidade, mas que estão associadas, porque esta Dança apenas pode acontecer se houver Silêncio e Humildade, assim como o Silêncio apenas pode acontecer se houver Simplicidade.
São as duas Portas que foram nomeadas, no nível do peito, Humildade e Simplicidade, ou AL e UNIDADE, se vocês preferirem, mas que correspondem perfeitamente a este conceito de Dança e de Silêncio, que estão no mesmo tempo, no mesmo espaço, ou seja, em todos os tempos, em todos os espaços, porque estão situados fora do tempo e fora do espaço.
E isso é realizável a partir do momento em que capitulamos, a partir do momento em que rendemos as armas
Então, sim, há um problema de coincidência entre os seus mecanismos Vibratórios (Vibrais), que são reais, e a sua personalidade.
E aí, o mais difícil de compreender é que vocês nada têm que procurar, que vocês nada têm que saber, que vocês nada têm que perguntar, que vocês apenas têm que estar lúcidos na Dança, no Silêncio e, naquele momento, a evidência irá lhes parecer como elementar.
Isso corresponde ao que disse CRISTO: «ninguém pode penetrar o Reino dos Céus se não se tornar de novo como uma criança»
Torna-se de novo como uma criança é ter se despojado, evidentemente, do mental, é estar na espontaneidade do instante,
na inocência do instante.
Então, vocês vão me responder que, neste mundo, nada é inocente,
eu concordo com vocês, mas os espaços de que falamos nada têm a ver com este mundo, eles estão em vocês e unicamente em vocês.
Blog: Satsang do Coletivo do Um – Questão 7 (12-10-2013)
Transcrição do texto (em francês): Nicole Tremblay
Tradução para o português: Zulma Peixinho

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

*QUESTÃO 6* - SATSANG DO COLETIVO DO UM - 12.10.2013 - POR ALTA

*QUESTÃO 6*
SATSANG DO COLETIVO DO UM
12.10.2013 - POR ALTA
Áudio (mp3) com a resposta de Alta: Réponse Alta - Question 6 (12-10-2013)
Link para ler conectado: http://bit.ly/18DO2RC
Link para download (PDF): http://bit.ly/1gzkuuc
(colaboração do Sr. Louis Geary)
Obs.: as Questões 3 e 5 não foram respondidas porque estavam incompreensíveis.
Questão 6
Olá Alta,
Em 2010, eu estava no meu banheiro e, de repente, sem me dar conta, eu não compreendia onde eu estava, eu não reconhecia este cômodo, eu estava com o meu cérebro completamente vazio.
Eu não sentia nada, nem medo, nem alegria.
Eu não me perguntava quem eu era, no entanto, eu sequer estava certa de saber o meu nome.
Eu tampouco tentei sair dali.
Eu lembro que eu tinha consciência de estar em um banheiro e eu olhava a cortina do chuveiro cujo grafismo era muito especial e eu me dizia que, sem dúvida, eu ia me lembrar de alguma coisa, mas nada acontecia de novo...
Entretanto, o meu cérebro, que parecia vazio, forçou-me para tentar lembrar-me de alguma coisa, eu sentia que, insistindo, a memória iria retornar.
E depois de longos minutos, eu acho que isso pôde durar 10 minutos, é que, pouco a pouco, as minhas lembranças retornaram, mas eu tinha a impressão de me esforçar muito para recuperar a minha memória.
É isso o Absoluto?
E se sim, por que eu não estava na alegria?
E também, de que serviu vivenciar isso, porque eu nada fiz senão procurar me lembrar.
Obrigada e para sempre.
Sidonie.
Resposta de Alta
Então, aí, Sidonie, você descreve um processo.
Ainda uma vez, se admitirmos que isso não é um processo de doença, por exemplo, como uma ausência ou um pequeno mal de epilepsia, se eliminarmos, é claro, todas as causas fisiológicas e fisiopatológicas médicas, psicológicas ou outras, você vivenciou um estado.
Este estado de não-consciência ou de a-consciência onde você não tem mais, como você diz, memória, não tem mais referências do passado, isso é efetivamente uma experiência.
Mas, novamente, é preciso diferenciar, e encontramos isso no contexto das questões anteriores, é preciso diferenciar o que é do processo de experiência que pode se expressar, e esse é o seu caso, por um retorno ao antigo e que não tem sentido, nem significado profundo já que não houve transmutação ou transformação, mas retorno ao passado, ao que era anterior.
A diferença não está na experiência vivenciada, no estado vivenciado a um dado momento, mas no que eu nomeei as investigações, ou seja, as implicações e as consequências comportamentais, neurofisiológicas, espirituais e até mesmo em meio à personalidade do ego, do mental, das emoções.
Se não houve transformação, se não houve transmutação, este estado, esta experiência, foi dada a você para ter, eu diria, uma aproximação e uma experiência, mas, no seu caso, isso não permitiu a sua instalação em meio à Eternidade.
Por quê?
Porque, você mesma disse, tendo vivenciado este estado, ou, ainda uma vez, quando há a-consciência, não há nem Alegria, nem Paz, nem Plenitude.
A Alegria, a Paz, a Plenitude, são as consequência deste estado quando ele está instalado na personalidade.
Quando eu digo: eu estou na Alegria, eu estou na Paz, eu estou no
Samadhi, eu estou na Beatitude, quem diz isso?
Evidentemente, isso é o meu eu, ou seja, o meu sistema efêmero que se deixou penetrar pela Verdade do Absoluto que diz isso.
É por isso que eu também disse: quando eu escrevo as palavras, os poemas, quando eu faço um desenho, quando eu pintava, eu apenas faço refletir um estado interior, mas, assim que houver expressão sob uma forma ou outra, verbal, artística, pictórica, há deformação.
Então, aí, tendo vivenciado uma experiência que não induziu transformação, você mesma se recuperou, procurou, você foi procurar na sua memória para se inserir de novo em meio à história pessoal, à lenda pessoal, o cenário de vida, a sua pessoa histórica.
Não é porque não houve frutos que o que você alcançou, naquele momento, não deva, não possa reproduzir, muito pelo contrário, a reminiscência, e isso é bem conhecido no que chamamos de energética.
Eu vou tomar um exemplo muito simples de compreender.
Vocês fazem uma sessão (de terapia) de osteopatia, existem meios de avaliar a energia de uma pessoa através de meios conhecidos como a técnica GDV (Gas Discharge Visualisation), como o efeito Kirlian e outras técnicas que eu não vou desenvolver aqui, que recorrem a técnicas eletromagnéticas que são muito conhecidas na Alemanha, em outros lugares como na França, em todo caso, que mostram o efeito da sessão de osteopatia.
Há cerca de 25 anos, nós tivemos uma ideia porque, quando se vai procurar um osteopata, mesmo se ele for bom, muitas vezes as pessoas nos dizem:
“ah, sim, eu tive um efeito extraordinário, e quinze dias depois, isso volta”, quase como uma sessão de homeopatia.
E tivemos a ideia, um dia, de pedir a esta pessoa para relembrar a sessão de osteopatia, e tivemos a surpresa de constatar que os efeitos energéticos eram os mesmos, nos mesmos locais, mesmo não havendo a mesma potência.
O que eu quero dizer com isso?
Eu quero dizer simplesmente que esta experiência que você vivenciou, que não foi seguida de um estado permanente, que não a fez, em princípio, sair da pessoa para entrar na Alegria e na Beatitude, ou na Paz, significa, quando mesmo, um elemento memorial energético.
Lembrem-se, o passado não existe para o Absoluto, o futuro tampouco existe, então, a personalidade pode realmente apoiar-se nesse momento, não para encontrar a explicação, mas reanimando,
de algum modo, esta memória energética da experiência vivenciada, a fim de, hoje, beneficiar-se dos frutos.
Por quê?
Porque, justamente, a distância que existia entre o efêmero e o eterno está hoje reduzida, como dizemos em francês “até que não reste mais nada” (“à peau de chagrin”), ou seja, há cada vez menos distância, o que explica que, cada vez mais, os Irmãos e as Irmãs entram em Coincidência, em Fusão, em Dissolução no Absoluto,
sem nada ter que pedir a alguém, sem jamais ter empreendido um caminho espiritual.
Tudo isso é a Graça em ação, e esta Graça ela está mais perto de nós já que MARIA está ao nosso lado e em nós, já que o conjunto das manifestações Interdimensionais está mais próximo da nossa Dimensão.
Vocês têm a possibilidade, através dessa experiência da época,
que é a morte, de despertar a memória da experiência
Não da explicação, é claro, mas do estado desta experiência de então, e não de fazê-la reviver como um passado, mas de vivê-la no presente.
Se você se aproximar desse presente sem intervir seja o que for senão o observador, então, naquele momento, haverá alguma forma de renascimento da experiência, porque ela é independente do tempo, independente desse passado, desse banheiro e dessa cortina do chuveiro, indo colocá-la sob a ação da Graça, sob a ação da Verdade.
Isso é para você, certamente, através do que você diz, um meio de realizar o que você É.
Está aí o que eu posso dizer.
Blog: Satsang do Coletivo do Um – Questão 6 (12-10-2013)
Transcrição do texto (em francês): Laurence Brossard
Tradução para o português: Zulma Peixinho

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

QUESTÃO 4* SATSANG DO COLETIVO DO UM 12.10.2013-POR ALTA

*QUESTÃO 4*

SATSANG DO COLETIVO DO UM

12.10.2013-POR ALTA

Áudio (mp3) com a resposta de Alta:
Obs.: as Questões 3 e 5 não foram respondidas porque estavam incompreensíveis.
Questão 4
Eu me pergunto, como uma pessoa pode se tornar equilibrada e ter autoconfiança?
Ana Maura S.
Resposta de Alta
Bem, para responder a você depois de uma longa experiência na prática, trabalhando na personalidade dos outros, no psiquismo dos outros, nas doenças e nos desequilíbrios dos outros, a pessoa jamais pode, jamais, ser equilibrada.
A autoconfiança pode ser adquirida através de técnicas de desenvolvimento que recorrem a tudo, exceto ao coração.
A autoconfiança e a vontade, elas estão ligadas ao que chamamos de Hara, ou seja, o 2º chakra, Svashisthana.
Tudo o que estiver ligado ao conceito de assentamento, de estabilidade no sentido da personalidade, no sentido psicológico, todo esse trabalho de autoconfiança, de desenvolvimento, de crescimento pessoal, tal como compreendemos isso, tanto no treinamento nos negócios como nos esportes, ou ainda em uma personalidade “lambda”, jamais irá conduzi-los, jamais, a outra coisa senão à pessoa e a um artifício da pessoa.
Então, efetivamente, nas descobertas recentes na neurociência, se olharmos os trabalhos de Goleman que tem escrito extensivamente sobre a inteligência emocional e como isso se apresenta dentro da empresa ou no treinamento pessoal, a personalidade está à procura de equilíbrio e ela busca o equilíbrio em meio a ela mesma.
Quer se passe pela psicologia, pela neurociência, pela energética,
pelos chakras, pelo hinduísmo, pelo cristianismo, nós não somos uma pessoa. Nós temos a ilusão de sermos uma pessoa, nós somos bem mais do que uma pessoa já que nós somos o Todo.
Então, enquanto houver uma identificação com a pessoa, enquanto vocês buscarem um equilíbrio em meio a este efêmero, este equilíbrio apenas poderá ser efêmero.
Então, é claro, trabalhando muito no assentamento, na ancoragem, na autoconfiança, na vontade pessoal, vocês irão deixar-se uma ilusão de transcendência, mas isso não é a transcendência, isso é uma transcendência de conforto.
É uma transcendência em meio à prisão que os faz aprimorar a prisão (colocar flores nas janelas), dando-lhes compreensões, mas jamais, jamais isso irá lhes permitir viver a paz, isso jamais irá lhes permitir viver a alegria sem objeto, já que tudo está inscrito em meio à personalidade.
Portanto, vocês não podem se tornar equilibrados em meio à pessoa, vocês podem ter confiança na sua pessoa, mas essa confiança estritamente nada tem a ver com a Paz com P maiúsculo, com a Alegria com A maiúsculo, ou seja, com isso que pertence ao domínio da transcendência.
Vocês sabem, há na psicologia o que chamamos de pirâmide das necessidades, a pirâmide de Maslow.
As necessidades elementares devem ser satisfeitas para que o homem possa subir nesta pirâmide.
No topo desta pirâmide, existe algo que foi identificado por um grande psiquiatra americano, que demonstrou haver ali uma série de elementos importantes para equilibrar, justamente, a personalidade.
Esses elementos são os seguintes (eu não vou detalhá-los, não se preocupem, mas eu vou dar os nomes principais).
Há no ser humano o que chamamos de comportamentos primários.
Todos nós temos esses comportamentos primários, expressos ou não, por razões que nos são próprias, que estão ligadas ao nosso próprio cenário de vida, ao nosso próprio passado histórico, mas que, em caso algum, nos permitem viver a transcendência.
Então, isso é o quê?
Bem, a primeira coisa que aparece no ser humano é o que chamamos de semblante do rosto ao experimentar ou evitar o sofrimento.
É o aprendizado da criança: se ela coloca a mão em uma placa quente, isso queima!
Ela não vai colocar de novo. Isso evita o sofrimento, isso está inscrito em alguma parte no equilíbrio, na homeostase da pessoa.
É o que mantém o princípio da coerência aparente da personalidade e que permite, é claro, sobreviver neste mundo.
Esta aparência geral do rosto na experiência, esta esquiva do sofrimento, é o primeiro comportamento primário.
Há um segundo que é específico dos mamíferos, então, do homem.
É o que chamamos de necessidade de recompensa, ou necessidade de reconhecimento.
A personalidade sempre terá, sempre, necessidade de se situar em uma referência ao outro em uma atitude de “primazia”, chamada de boa educação, que denominamos, de outra forma, o “princípio de Lúcifer” conhecido em todos os mamíferos.
Há um dominante, há os dominados. Isso, todos nós vivemos na nossa vida, na sociedade.
Infelizmente, não escapamos a isso.
O terceiro comportamento, que é comum a todos os seres humanos, mais ou menos expresso, é o que chamamos de “busca por novidade”
Em seguida, o psiquiatra americano chamado Sr. Robert Cloninger demonstrou que havia três coisas para que a vida da personalidade fosse bem sucedida.
Elas são: a cooperação, ou seja, a capacidade para criar e estabelecer relações interpessoais satisfatórias, quer seja no casal, quer seja no trabalho, quer seja com outras pessoas que constituem a sociedade.
A cooperação!
A persistência: segundo fator, é a capacidade para manter um objetivo de maneira importante.
E a terceira, Cloninger chamou de transcendência, mas esta transcendência se restringe a uma definição da psicologia que é a capacidade para a personalidade auto representar o seu lugar no universo, na sua vida, na sociedade, na família.
E aí chegamos a uma amplidão da personalidade, ou em todo o caso, a uma amplidão da personalidade que, mesmo se obtida ou perfeitamente demonstrável, observável, não será de qualquer utilidade para a transcendência real, ou seja, para o Clique, para o Absoluto, para o Si com S maiúsculo ou, ainda, para a Última Presença.
Então, esta construção da personalidade é por vezes necessária, mas jamais façam disso um objetivo.
Enquanto vocês pensarem, enquanto vocês acreditarem que existe uma possibilidade de se tornar equilibrado e de ter uma confiança inabalável em vocês, vocês não podem ser o Absoluto (que, no entanto, é o que nós somos!).
Ou seja, se vocês construírem, se vocês programarem procurar pela felicidade, procurar por uma expansão, o que é muito lógico para a personalidade, esse é o seu objetivo!
Em todo o caso, para o ego dito positivo, porque, infelizmente, há também muitos egos negativos que, eles, são mais complexos.
Mas, em caso algum, desempenhar a cooperação, a transcendência, a persistência, irá lhes dar acesso à Graça.
A Graça não se importa com as leis deste mundo, ela não está aí para afligi-los.
O Parabrahman, o Absoluto, o Isso, o Silêncio, sempre estiveram aí.
Então, cabe a vocês saber se vocês querem ser felizes em uma prisão com flores, ou seja, de algum modo, construir um paraíso sobre a Terra.
E, infelizmente, quando voltamos a outras questões, quando observamos o que acontece exteriormente na superfície deste planeta, apenas podemos ser muito cautelosos com o conceito de melhoria da vida sobre este mundo, no seu sentido mais amplo.
Quanto mais os procedimentos técnicos avançarem, quanto mais a tecnologia avançar, quanto mais tivermos negociado para uma democracia avançar, mais nós nos apercebemos de que há cada vez menos espaço de liberdade no exterior. Isso é uma bênção disfarçada, ou seja, quando realmente tomamos consciência disso,
um convite para voltarmo-nos para si pode ser mais importante do que a persistência, a cooperação e transcendência como definidas de acordo com as leis deste mundo.
A Graça nada tem a ver com a ação-reação.
A Graça não é algo que se conquista, não é algo que se obtém depois de um certo caminhar.
É a capitulação da pessoa que desencadeia o equilíbrio e a verdadeira confiança em Si com S maiúsculo.
Essa confiança é a Graça, ou seja, não há mais questionamento e isso não pode ser obtido, através da sua pergunta, para conseguir o equilíbrio
Para obter o equilíbrio da personalidade, eu os remeto à psicologia tal como a conhecemos, eu os remeto ao treinamento tal como o conhecemos hoje, eu os remeto às neurociências comportamentais,
à etologia, ou à neuro etologia, mas, em caso algum, isso poderá dar-lhes algo de duradouro, de persistente e de permanente.
Então, o trabalho na personalidade apenas faz fortalecer a personalidade.
Dito isso, esse é agora um caminho escolhido, neste momento, por muitas pessoas, e essa é a liberdade delas.
Agora, cabe a elas ver se são felizes assim.
O que propõem esses Satsang, não é para ser feliz, é para bascular, ou seja, não é para buscar um equilíbrio ilusório ou efêmero, mas um equilíbrio permanente que apenas pode ser vivido na Dança, no Silêncio e na Eternidade.
Blog: Satsang do Coletivo do Um – Questão 4 (12-10-2013)
Transcrição do texto (em francês): Laurence Brossard
Tradução para o português: Zulma Peixinho

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

*QUESTÃO 2* SATSANG DO COLETIVO DO UM 12.10.2013 - POR ALTA

*QUESTÃO 2*
SATSANG DO COLETIVO DO UM
12.10.2013 - POR ALTA
Questão 2
Não ter praticado os diferentes protocolos, pois os descobri faz pouco tempo, isso me atrapalha em alguma coisa, no encaminhamento para a Verdade, para a Liberação final?
Obrigado.
Pascal W.
Resposta de Alta
Podíamos ter a impressão, efetivamente, de que todos os protocolos que foram comunicados no Yoga da Unidade, no Yoga da Verdade (para tomarmos apenas alguns exemplos)
eram atalhos.
Hoje, os atalhos no caminho, não têm mesmo mais razão de ser.
Eu os remeto à primeira questão, ou seja, se vocês forem capazes, no momento em que essas Vibrações os apreenderem, os tomarem, os pegarem, de fazer Silêncio,
eu lhes diria que não há um protocolo melhor, não há uma atitude melhor a tomar.
Evidentemente, tudo depende de onde vocês partem, seja qual for a distância podendo existir entre aí onde vocês se situam e esta Liberação.
Esta distância é em função unicamente das identificações,
das crenças, das mágoas, é claro, de tudo o que vocês identificaram com a sua própria história, com o seu próprio caminho, com as suas próprias concepções de um caminho,
de uma evolução, de uma elevação Vibratória.
Hoje, como nos disseram e como isso é cada vez mais evidente, é preciso ir para cada vez mais Simplicidade, para cada vez mais evidência.
Se vocês forem capazes de se Abandonar, se vocês forem capazes de safar-se, de deixar passar a ideia de emoções, a ideia do mental, a ideia da compreensão, vocês nada têm que fazer.
Se, para vocês, parecer útil adotar alguns protocolos que vão ajudá-los a efetuar, a realizar uma elevação Vibratória (quer seja com cristais, quer seja com a respiração),
façam-no.
Há apenas vocês, pessoalmente, individualmente, que podem julgar o que é mais adequado para vocês.
Eu quero reforçar ainda este conceito de Simplicidade.
Quanto mais vocês se esquecerem de si mesmo, quanto mais vocês entrarem neste conceito de nada fazer
(não intervir), de observador e do desaparecimento do observador, mais isso lhes será evidente.
Vocês têm inúmeros testemunhos de pessoas que participaram de satsang (quer seja com Mooji, quer seja com Papaji que morreu; eu não vou citar todos os nomes porque há um monte, incluindo o Neo-Advaita que foi iniciado por Papaji), e que Basculam, que fazem esse ‘Switch’ da consciência no espaço de um minuto.
Simplesmente estando Presente, simplesmente estando em Silêncio, estando Presente a si mesmo.
Presente ao que é dito, Presente no Silêncio e na Presença do outro.
Há testemunhos, hoje, que são muito mais interessantes do que as conversas de Nisargadatta durante a sua vida, que relatam esse Fogo que está presente, que se revela, a partir do momento em que vocês aceitam deixar Trabalhar.
É preciso compreender que a Liberação jamais será,
jamais, um trabalho do ego, porque a Liberação sempre esteve aí.
Dito de outra forma, vocês não podem sair da prisão estudando a prisão.
Vocês não conhecem o que existe fora da prisão.
A única maneira de conhecer e de ser Isso é,
evidentemente, saindo da prisão.
‘Sair da prisão’ significa aceitar, não buscar um meio de sair,
mas se colocar a questão da realidade da prisão.
Porque, na realidade, quando vocês estão na Outra Margem, seja qual for o seu caminho, há pessoas que estão no caminho desde 20 anos e, depois de 20 anos, elas se apercebem de que esse caminho é uma ilusão, mas enquanto não estivermos na Outra Margem, é claro, não podemos vê-lo, não podemos vivê-lo.
Portanto, agora, é preciso, aí também, mudar de ponto de vista, mudar a localização da consciência.
Não dizendo “eu quero sair da prisão”, porque isso seria um erro, pois dizer “eu quero sair da prisão” é negar a vida.
Eu não falo unicamente da vida sobre este mundo, neste corpo, neste complexo inferior, mas da Vida, em tudo.
Ora, a prisão é uma ilusão da Vida.
Portanto, é necessário ver o que, para vocês, é mais fluido,
é mais evidente.
No momento em que ocorrer alguma coisa irrompendo no seu complexo inferior (emoções, mental, personalidade),
deixem que isso seja trabalhado.
De qualquer modo, há um ditado que não mente,
“reconhecemos a árvore pelos seus frutos”.
Ou seja, após esses processos de Vibração, se vocês tiverem deixado Trabalhar, se vocês não tiverem cultivado o medo, se vocês não tiverem dado atenção à necessidade de explicação, então vocês irão rapidamente constatar os frutos.
O primeiro desses frutos, é claro, que é mais ou menos estável segundo a intensidade do seu Abandono, eu diria, é a Paz, a Alegria, que não depende de qualquer sujeito nem de objeto, e um estado de linearidade da consciência que está cada vez menos submisso a esta questão de questionamento, de caminho, de evolução e até mesmo de Vibração.
O Silêncio é algo de que falamos cada vez mais.
Novamente, como eu disse nos últimos Satsang, esse Silêncio não consiste em permanecer sobre uma cadeira sem nada fazer, aguardando que isso chegue, mas em levar a vida, tal como a Vida nos propõe, e deixar estabelecer a Luz, a fim de tornar-se esta Luz que nós somos.
A Liberação não decorre da saída da prisão, já que a prisão não existe. Isso é uma mudança de ponto de vista.
Não é um ponto de vista mental, mas um ponto de vista de localização da consciência, até o seu Basculamento final que, eu os lembro, é a A-Consciência, ou seja, a perda de identificações, perda de referências, vivenciado na plena aceitação que os faz descobrir a Verdade.
Não a verdade pessoal, mas a Verdade do Brahman,
Do Parabrahman, do Paramatman (sejam quais forem os nomes que vocês empregarem).
Vocês podem denominá-lo Isso, Amor, Absoluto, Último,
mas são apenas qualificativos de algo que está além de qualquer estado e que é vivido.
Assim que nós colocamos palavras, nós saímos da Verdade,
porque a palavra jamais pode ser a verdade.
Ela é dependente das circunstâncias da nossa educação,
dependente das circunstâncias da nossa cultura, do nosso passado.
As palavras jamais serão a Verdade.
Por outro lado, a Vivência é verídica.
Essa Vivência reflete e se expressa pelos frutos.
Os frutos mais importantes são esta Paz, esta Tranquilidade, esta Beatitude, este Silêncio.
Ou seja, tudo o que vem nos colocar neste estado de adequação, de coincidência, onde não há mais questão.
Isso é a Graça!
Evidentemente, neste estado de Graça, como foi dito e repetido por muitos autores, há duas leis no Universo:
aquela da ação-reação, aquela que nós todos conhecemos,
a da prisão, que tem suas próprias leis, o seu próprio karma, gerada pelos Arcontes e não pela A FONTE, e há a Lei da Graça, do Amor, ou seja, a nossa Natureza Essencial que sempre esteve aí e que simplesmente esperou que nós a víssemos.
É a alegoria da caverna de Platão sobre a qual eu não vou voltar, mas aqui está um exemplo semelhante: eu estou na sombra de uma árvore e a árvore está atrás de mim, e é como se eu apreciasse a sombra sem saber que há uma árvore.
Basta me virar para ver a árvore.
É a mesma coisa para a Liberação.
Isso não é algo que é amanhã.
Isso não é algo que depende de um karma a ser purificado.
Isso não é algo que depende de um caminho a percorrer.
Isso sempre esteve aí.
O melhor modo de expressá-lo é esta famosa mudança de olhar, esta famosa mudança de ponto de vista que nos faz passar da distância para a coincidência, depois para a identificação do que sempre esteve aí.
Então, é claro, enquanto estivermos no ego, enquanto acreditarmos em um caminho espiritual, isso nos parece como totalmente impossível, como totalmente ilusório,
como totalmente ‘estando em um estado anormal’.
Portanto, isso está realmente associado a uma cultura.
Todos nós, queiramos ou não, ainda estamos subjugados no nível do nosso complexo inferior (mental, jogo,
personalidade, emoções), que foi chamado de ‘sistema de controle do mental humano’, a essas argamassas de chumbo que nos rodeiam e nos confinam, às quais estamos conectados pelas linhas de predação (que estão em via de Dissolução, que foram Dissolvidas por alguns Seres desde um ano e que se afrouxam cada vez mais).
Então, há, não uma oportunidade neste período particular,
mas, de preferência, um esforço no não esforço, ou seja,
aceitar a possibilidade de que nós nada somos, mas absolutamente não do que nós acreditamos ser.
Não para negar, mas, bem mais, com o entendimento de refutar.
Não para negar este efêmero, porque este efêmero também está inscrito em alguma parte nesta Eternidade.
Então, quanto aos protocolos, isso depende de vocês, da sua necessidade inscrita em meio ao complexo inferior de praticar os exercícios.
Naturalmente, não é questão de negar a utilidade, até certo ponto, do Yoga, do Despertar da Kundalini, da Descida do Espírito Santo, do Despertar das Coroas Radiantes, da ativação da Onda da Vida.
Como disse Nisargadatta durante a sua vida a alguém que lhe falou agora, nessa época (nos anos 70-80), de estar em contato com Maharshi, é preciso largar tudo isso, ir além disso.
Isso não quer dizer que este próprio Encontro Multidimensional seja uma ilusão, mas é uma ferramenta.
Não vejam isso como uma finalidade.
A finalidade não é ter MARIA no Canal Mariano ou no Coração, não é ouvir MARIA ou canalizar MARIA.
A finalidade é reencontrar o que nós Somos.
Esses elementos Vibratórios, quer seja pelo Canal Mariano,
por essas Presenças Multidimensionais, eles são apenas uma ferramenta que nos permite aproximarmo-nos desse Clique, enquanto estivermos inscritos em meio ao complexo efêmero.
Mas, a partir do momento em que vocês Bascularem, não há qualquer motivo para pensar ou imaginar ter um caminho, ter um karma para ser purificado, ter uma progressão espiritual para realizar, já que tudo sempre esteve aí.
Naturalmente, para o ego, isso sempre irá permanecer um engano, uma ilusão, e algo muito frustrante.
Em alguns textos de Shankara que, eu os lembro, foi a pessoa que no século VIII especificou tudo o que está relacionado com a Não Dualidade, é preciso bem compreender que tudo isso, para aquele que não vive isso,
corre o risco de entrar em reação e, primeiramente, com nós mesmos.
Ou seja, quando não somos Absoluto e quando estamos,
sobretudo, em um caminho espiritual que já dura muito tempo (e mais avançados na idade), mais há resistências.
Então, a melhor forma não é combater as resistências
(e, eu os lembro, essa é uma regra geral que encontramos tanto na síndrome geral de adaptação, como em meio à personalidade).
Tudo ao que vocês se opuserem, vai se reforçar.
Então, não é preciso resistir.
A partir do momento em que vocês se opuserem ao Absoluto, vocês próprios se condenam a permanecer na ação-reação.
Ora, vocês não podem estar na ação-reação e estar na Ação da Graça.
É preciso escolher, e esta escolha não é mental.
Essa é uma escolha da própria consciência que não depende de qualquer Yoga, de qualquer técnica, de qualquer Despertar da Kundalini, de qualquer Vibração, e é o que acontece quando vocês estão no Silêncio.
É o que acontece até mesmo quando a Vibração chega e os apanha à noite, quando vocês estão neste estado de Beatitude, de Paz, ou de serenidade.
Em todo caso, nesse Silêncio, porque esse Silêncio é a verdadeira cura.
Esse Silêncio é transformador.
Basta ver, como eu disse, o número de pessoas que, hoje,
se Liberam sem nada conhecer da espiritualidade, sem nada conhecer até mesmo do funcionamento do ego no complexo inferior.
Simplesmente, colocando-se em Ressonância, em sintonia com um Ser que é capaz de Testemunhar.
O Absoluto não é um ensinamento.
O Absoluto dificilmente é colocado em palavras.
Nós apenas podemos ser um Testemunho Vivo.
Então, às vezes, isso pode ser feito através da arte.
Isso pode ser feito por testemunhos escritos.
Mas, ainda uma vez, isso não é o que está escrito, não é o que é mostrado em uma pintura.
Isso acontece em um nível subconsciente, e não inconsciente, que virá fazer o “Switch”, que virá fazê-los Bascular, sem que vocês ali coloquem a sua vontade, a sua personalidade.
Eis o que eu podia responder para esta Questão 2.
Então, façam o que vocês quiserem, o que vocês sentirem que é bom para vocês.
Seja o que for que vocês fizerem, vai chegar um instante,
um momento, em que tudo isso vai desaparecer.
É esse momento que é reparável entre todos, porque ele confere os frutos que são da ordem da Paz, da equanimidade, para viver o que a vida nos oferece até mesmo nos seus aspectos ilusórios, mas, naquele momento, nós não somos mais um ator, nós sequer somos mais um observador.
Olhamos isso se desenrolar de um outro ponto de vista.
Isso não é, tampouco, não estar enraizado ou não estar ancorado.
Isso é simplesmente não mais estar submisso à lei da ação-reação, não mais estar submisso ao karma.
Simplesmente, não mais deixar o ego ficar em destaque,
mas estar realmente na Graça.
A Graça não é um conceito intelectual.
É algo que se vive realmente, concretamente, a cada minuto, a partir do momento em que tivermos feito essa Reversão.
Como dizia Krishnamurti, é o momento em que passamos do outro lado, na Outra Margem, e quando tomamos consciência.
Tenham cuidado para não pararem durante a travessia!
Se tanto é que podemos falar de travessia, porque há muitas tentações durante a travessia.
Eu os remeto à experiência, agora comum e conhecida, do que chamamos de ‘experiência de morte iminente(“near death experience”) onde passamos justamente por essas diferentes etapas, quando temos a tendência de não querer prosseguir com os membros da família, para encontrarmo-nos com os Seres ditos de Luz.
Aqueles que vão mais longe são justamente os que não perdem tempo neste atrativo, e que irão diretamente nesta Luz (não para parar nesta Luz, ou seja, no corpo de Estado de Ser), mas para atravessar a Luz a fim de ir ao que está além d’A FONTE, ou seja, ao Parabrahman, e de tornar-se si mesmo o Parabrahman, o Absoluto, Isso, esse Silêncio.
Tomar consciência do que jamais partiu.
Tomar consciência de que nós somos Amor, de que nós somos Luz, de que nós somos Eternidade, e que nada há a fazer para amplificar ou para fazer aparecer algo que sempre esteve aí
Está aí o eu posso lhe dizer.
************
Blog: Satsang do Coletivo do Um – Questão 2 (12-10-2013)
Transcrição do texto (em francês): Marie-Louise Gaston
Tradução para o português: Zulma Peixinho
Related Posts with Thumbnails

Arquivo do blog

Marcadores

11 11 ( 9 ) 2011 ( 11 ) 2012 ( 107 ) 2013 ( 23 ) 2014 ( 25 ) 2015 ( 10 ) 2016 ( 5 ) 2017 ( 6 ) A ARCA DA ALIANÇA ( 3 ) A CHAVE DE HIRAM ( 2 ) A EQUIPE ( 34 ) A ESFINGE ( 27 ) A FONTE ( 28 ) A GRANDE INVOCAÇAO ( 3 ) A PEDRA FALA ( 3 ) ABANDONO A LUZ ( 9 ) ABDRUSCHIN ( 1 ) ABDUÇÃO ( 46 ) ABRAHAM ( 61 ) ABRAN LINCOLN ( 2 ) ABUDÇÃO ( 3 ) ACARTIANOS ( 1 ) ADAMA DE TELOS ( 39 ) ADAMU ( 2 ) ADAMUS SAINT GERMAIN ( 128 ) AELOLIAH ( 1 ) AEOLUS ( 2 ) AGAMENON ( 2 ) AGARTHIANOS ( 19 ) AGRADECIMENTOS ( 2 ) AGRICULTURA NATURAL ( 1 ) AGUIAS DOURADAS ( 1 ) AIR ( 1 ) AISHA NORTH ( 16 ) AIVANHOV ( 9 ) ALBARAN ( 2 ) ALCIONE ( 4 ) ALCORÃO ( 1 ) ALDOMON FERREIRA ( 1 ) ALDOUS HUXLEY ( 1 ) ALERTAS ( 6 ) ALEX COLLIER ( 8 ) ALEXANDRA MEADORS ( 2 ) ALEXIS ( 18 ) ALFA CENTAURO ( 3 ) ALFA E OMEGA ( 3 ) ALIANÇA DAS ESFERAS ( 1 ) ALIMENTAÇAO ( 8 ) ALMA GEMEA ( 4 ) ALONGAMENTOS ( 1 ) ALTARAEL ( 2 ) AMIT GOSWAMI ( 4 ) AMPARADORES ( 1 ) ANCIÃO DOS DIAS ( 1 ) ANDREW CARLSSIN ( 1 ) ANDROMEDA ( 109 ) ANGELUS ( 1 ) ANJO CAMAEL ( 2 ) ANJO SITAEL ( 1 ) ANJOS ( 183 ) ANO NOVO ( 4 ) ANÔNIMOS ( 1 ) ANTAKARANA ( 3 ) ANTARES ( 12 ) ANTENA PROTEÇÃO ( 1 ) ANTHAR - Eterno Agora ( 147 ) ANTHRATHON ( 10 ) ANUNNAKI ( 21 ) APOMETRIA ( 1 ) AQUECIMENTO GLOBAL ( 13 ) AQUIFERO ( 1 ) ARCA DE NOE ( 1 ) ARCANJO ALARIEL ( 1 ) ARCANJO ANAEL ( 74 ) ARCANJO ARCAHNEL ( 1 ) ARCANJO ARIEL ( 6 ) ARCANJO AZRAEL ( 4 ) ARCANJO CASSIEL ( 1 ) ARCANJO EZEQUIEL ( 1 ) ARCANJO GABRIEL ( 184 ) ARCANJO HANIEL ( 1 ) ARCANJO INDRIEL ( 1 ) ARCANJO ISMAEL ( 1 ) ARCANJO JOFIEL ( 12 ) ARCANJO LUCIFER ( 12 ) ARCANJO MIGUEL ( 790 ) ARCANJO RAFAEL ( 38 ) ARCANJO RAGUEL ( 1 ) ARCANJO SAMAEL ( 1 ) ARCANJO SAMUEL ( 3 ) ARCANJO SANDALFON ( 9 ) ARCANJO TZADKIER ( 1 ) ARCANJO URIEL ( 91 ) ARCANJO ZADKIEL ( 19 ) ARCONTES ( 8 ) ARCTURIANOS ( 648 ) ARQUELLE ( 1 ) ARTE ( 1 ) ARTHRATHON - Pedro ( 12 ) ARTIGOS ( 3 ) ARTUR BERLET ( 1 ) AS CORES EM NOSSO CEREBRO ( 1 ) ASCENÇÃO ( 165 ) ASHLOM ( 1 ) ASSASSI ( 1 ) ASTEROIDES ( 1 ) ASTHAR SHERAN ( 593 ) ASTROLOGIA ( 21 ) ATLANTIDA ( 14 ) AUDIOTECA ( 1 ) AURA ( 4 ) AURITHIEN ( 8 ) AURORA ( 2 ) AUTO AJUDA ( 76 ) AUTO CONHECIMENTO ( 206 ) AUTRES DIMENSIONS ( 10 ) AVATARES ( 2 ) AVISO ( 1 ) AVISOS ( 27 ) AYAM (EU SOU) ( 7 ) AYRTON SENNA ( 1 ) AYTON SENA ( 1 ) AYURVEDA ( 1 ) AZAZEL ( 2 ) BANHOS ( 1 ) BARACK OBAMA ( 2 ) BARBARA MARCINIANIK ( 2 ) BARREIRA DE FREQUENCIA ( 3 ) BASHAR ( 17 ) BENJAMIN FULFORD ( 197 ) BETELGEUSE ( 3 ) BIDI ( 47 ) BILL WOOD ( 4 ) BLOG SOS ( 4 ) BLOSSON FED DA LUZ ( 148 ) BLUE BEAM ( 11 ) BOB DEAN ( 5 ) BOB LAZAR ( 1 ) BORIS PETROVIC ( 2 ) BORISKA ( 1 ) BOSON DE HIGGS ( 1 ) BRASIL ( 78 ) BRIAN WEISS - REGRESSÃO ( 1 ) BRIC ( 1 ) BURACO NEGRO ( 3 ) CABALLA ( 4 ) CALUNGA ( 4 ) CAMPO MAGNETICO ( 1 ) CANALIZAÇAO ( 30 ) CARL SAGAN ( 1 ) CARLOS PAZ WELLS ( 2 ) CARLOS TORRES A LEI DA ATRAÇÃO ( 3 ) CARLOS VEREZA ( 1 ) CARMA ( 1 ) CARNAVAL ( 4 ) CARTA ABERTA ( 2 ) celebração ( 1 ) CELENA AZUL ( 1 ) CELIA FENN ( 1 ) CENTROS PLANETARIOS ( 1 ) CEPHEUS ( 3 ) CEREBRO CORAÇAO ( 2 ) CERN ( 9 ) CETACEOS ( 1 ) CHAKRAS ( 26 ) CHAMA TRINA ( 2 ) CHAMA VERDE LIMAO ( 1 ) CHAMA VIOLETA ( 11 ) CHAMADO MITICO ( 2 ) CHAVES ENOCH ( 8 ) CHENTRAILS ( 13 ) CHICO XAVIER ( 26 ) CHRISTINE DAY ( 6 ) CICLO LUNAR ( 1 ) CIDADES LUZ ( 2 ) CIENCIA ( 128 ) CINEMA METAFISICO ( 19 ) CINTURÃO FOTON ( 39 ) CIRCULO CARMESIN ( 8 ) CIRCULO DOS SETE ( 3 ) CITAÇÕES ( 1 ) CLONES ( 2 ) CMTE ASHENER ( 1 ) CO CRIAR ( 11 ) COBRA ( 343 ) CODEX ( 2 ) CODIGO CHAVE ( 3 ) CODIGO PURIFICAÇAO ( 2 ) CODIGOS DE CURA ( 2 ) COLETANEA ( 30 ) COLONIA NOSSO LAR ( 3 ) COMANDNDANTE SHARMAN ( 1 ) COMANDO ESAKA ( 1 ) COMANDO ESTELAR ( 15 ) COMENTARIOS ( 2 ) COMETA ( 104 ) COMUNICADO ( 4 ) CONFEDERAÇAO ( 33 ) CONS DOS 12 ( 28 ) CONSCIENCIA ( 72 ) CONSELHO DE LUZ ( 21 ) CONSELHO ELOHINS ( 3 ) CONSELHO PLEIDIANO ( 12 ) CONSTELAÇÃO DE AQUÁRIOS ( 1 ) CONSTELAÇÃO DE PÉGASUS ( 1 ) CONSTELAÇÃO OFIUCO ( 1 ) CONTADOR ( 1 ) CONTROLE DA MENTE ( 1 ) CONVERGENCIA 1987 ( 5 ) CONVITE ( 3 ) COSMÒSIS ( 1 ) CRENÇAS ( 5 ) CRIANÇA INTERNA ( 2 ) CRISTAIS ( 18 ) CRISTINA CAIRO ( 1 ) CRISTO MIGUEL ( 112 ) CROP CIRCLE ( 69 ) CRUZ COSMICA ( 2 ) CRUZES MUTAVEIS ( 1 ) CULTURA INDIGENA ( 6 ) CURA ( 80 ) CURSO EM MILAGRES ( 2 ) DA VINCI ( 1 ) DALLA BLOG ( 21 ) DAVID ICKE ( 21 ) DAVID WILCOCK ( 17 ) DECRETOS ( 30 ) DEMOCRACIA ( 1 ) DEUS ( 56 ) DEUSA ( 5 ) DEUSA CRIAÇAO ( 2 ) DEUSA ISIS ( 26 ) DEUSA SOLAR ( 4 ) DEVAS ( 3 ) DIA DA PAZ ( 6 ) DIA DO TRABALHO ( 1 ) DIA DOS PAIS ( 1 ) DIÁLOGOS ( 2 ) DIANA COOPER ( 1 ) DICAS ( 2 ) DICLOSURE PROJECT ( 9 ) DIMENSÕES ( 66 ) DIREITOS AUTORAIS GOOGLE BRASIL ( 1 ) DIREITOS E CONSTITUIÇÃO ( 1 ) DISCERNIMENTO ( 2 ) DIVINA PRESENÇA ( 6 ) DIZIMO ( 1 ) DJWHAL KHUL ( 5 ) DNA ( 55 ) DOCUMENTARIO ( 17 ) DOLORES CANNON ( 4 ) DR WAYNE W DYER ( 1 ) DRACONIANOS ( 3 ) DRAGÕES DE LUZ ( 1 ) DROGAS ( 15 ) DRONES ( 2 ) DRUNVALO ( 15 ) DUENDES ( 1 ) E Q M (Exp quase morte) ( 8 ) EBOLA ( 1 ) ECKHART TOLLE ( 10 ) ECLIPSE ( 44 ) EDGAR CAYCE ( 4 ) EDUCAÇÃO ( 11 ) EFC EXPERIENCIA FORA DO CORPO ( 2 ) EFRAIM ( 1 ) EINSTEIN ( 3 ) EIXO DA TERRA ( 4 ) ELEIÇOES ( 7 ) ELEMENTAIS ( 24 ) ELETROMAGNETISMO ( 1 ) ELIAS PROFETA ( 1 ) ELIIDA ( 2 ) ELIPHAS LEVI ( 1 ) ELOHIM ( 72 ) ELORYON SENHOR DA LUZ ( 1 ) EMMANUEL ( 80 ) ENERGIA ( 159 ) ENKI DE NIBIRU ( 1 ) Entretenimento ( 5 ) EQUINOCIO ( 2 ) ERA DE CRISTAL ( 5 ) ERGOM ( 3 ) ERIK VON DANIKEN ( 1 ) EROS ( 1 ) ESCOLA DE MENSAGEIROS ( 2 ) ESFERAS ( 1 ) ESPERANÇA ABUNDANTE ( 31 ) ESPIRITISMO ( 78 ) ESSENIOS ( 2 ) ESTAÇÃO ASGARDIA ( 2 ) ESTRELA DE ALDEBARAN ( 1 ) ESTRELA DE SIRIUS ( 4 ) ESTUDOS ( 1 ) ESU ( 20 ) ETEREO ( 1 ) ETS ( 3 ) EU SOU ( 12 ) EU SUPERIOR ( 45 ) EVACUAÇAO ( 2 ) EVANGELHO S JOAO ( 1 ) EVENTOS ( 26 ) Exercicios ( 30 ) EXILADOS NA TERRA ( 2 ) EXTRATERRESTRE ( 714 ) extratos ( 5 ) FADA ( 3 ) FAMILIA UNIVERSAL ( 9 ) FEDERAÇAO DA LUZ ( 28 ) FEDERAÇAO GALÁCTICA ( 316 ) FELINOS ( 5 ) FEMA ( 1 ) FENIX ( 1 ) FENÔMENOS ( 4 ) FERNANDO H.CARDOSO ( 1 ) FERNANDO MALKUN ( 1 ) FERRAMENTAS ( 1 ) FILMES ( 38 ) FISICA QUANTICA ( 26 ) FONTE ( 6 ) FOTOS ( 1 ) FRANCISCO DE ASSIS ( 5 ) FRASES ( 5 ) FRATERNIDADE BRANCA ( 6 ) FRAUDES ( 1 ) FUKUSHIMA ( 2 ) FUNDAÇÃO KESHE ( 17 ) FURACÃO MATTHEW ( 1 ) GANDHI ( 3 ) GANIMEDES ( 3 ) GASPARETTO ( 7 ) GAUTAMA BUDA ( 4 ) GEMMA GALGANI ( 1 ) GENERAL UCHOA ( 3 ) GEO ENGENHARIA ( 3 ) GEOMETRIA SAGRADA ( 7 ) GEORGE GREEN ( 1 ) GESH ( 13 ) GHANDI ( 1 ) GIORDANO BRUNO ( 1 ) GLANDULA PINEAL ( 9 ) GLANDULA TIMO ( 1 ) GLOSSARIO ( 3 ) GLT GOVERNO DA LUZ ( 1 ) GOLFO ( 1 ) GOODETXSG/COREY ( 46 ) GRADE CRISTALINA ( 1 ) GRANDE SOL CENTRAL ( 1 ) GRANDULA PNEAL ( 5 ) GREG BRADEN ( 20 ) GRUPO 33 ( 1 ) GUARDIAO ( 2 ) GURU ( 1 ) HAJA LUZ ( 7 ) HATHORS ( 2 ) HATTON ( 9 ) HAYOT HA KODESH ( 1 ) HEBE CAMARGO ( 1 ) HELIO COUTO ( 4 ) HERCOLUBUS ( 46 ) HERMES TRIMEGISTRO ( 1 ) HIBRIDOS HUMANO ( 4 ) HIERARQUIAS ( 6 ) HILDEGARDE DE BINGEN ( 7 ) HINO BRASIL ( 1 ) HIPNOSE ( 3 ) HIRAM ( 2 ) HO OPONOPONO ( 4 ) HOLOGRAMAS ( 10 ) HOMENAGEM ( 1 ) HORÁRIO DE ALINHAMENTOS ( 30 ) HUMI ( 1 ) HUMOR ( 2 ) HUNA HAWAIANA ( 1 ) ILHAS CANÁRIAS ( 1 ) IMAGENS INCRIVEIS ( 1 ) IMAGENS MENTAIS ( 1 ) IMHOTEP ( 1 ) IMPESSOAL ( 1 ) IMPLANTES ( 20 ) INDIGOS ( 101 ) INFORMAÇÃO ( 480 ) INFORME MINTAKA ( 9 ) INTER DIMENSIONAL ( 6 ) INTRATERRENO ( 64 ) INVERSAO DOS POLOS ( 32 ) INVOCAÇAO ( 2 ) IRDIN ( 3 ) IRMANDADE DA LUZ ( 10 ) IRMAO K ( 6 ) ISHA ( 2 ) ISHTAR ANTARES ( 1 ) ISTWIL ( 3 ) J J BENITEZ ( 7 ) J.J.HURTAK ( 2 ) JARDINEIROS DO ESPAÇO ( 3 ) JFK ( 1 ) JOAHDI ( 2 ) JOHN F KENNEDY ( 2 ) JOHN TITOR ( 2 ) JOSE ARGUELLES ( 1 ) JOSHUA DAVID STONE ( 3 ) KARL MARX ( 1 ) KARMA ( 10 ) KARRAN ( 2 ) KAUNAS ( 1 ) KIRAEL ( 5 ) KORTON ( 1 ) KRIS WON ( 9 ) KRISHAMURTI ( 4 ) KRYON ( 589 ) KUAN YIN ( 13 ) KUMARA ( 3 ) KYMATICA - ASTROLOGIA ( 1 ) LADY ESPERANÇA ( 1 ) LADY MARY ( 1 ) LADY NADA ( 6 ) LADY VENUS ( 1 ) LAERCIO FONSECA ( 11 ) LAURA BOTELHO ( 203 ) LAYALIS JASTYF ( 1 ) LEA OS LOUCOS ESTELARES ( 2 ) LEI DE AÇÃO E REAÇÃO ( 1 ) LEI DO UM ( 2 ) LEIS ( 24 ) LEMBRETE ( 1 ) LEMNISCATA ( 1 ) LEMURIA ( 16 ) LEONARD NIMOY - SPOCK ( 1 ) LEONARDO BOFF ( 1 ) LINGUAGEM DA LUZ ( 2 ) LINHAS LEY ( 9 ) LIVRE ARBITRIO ( 9 ) LIVROS ( 101 ) LOGOS SOLAR ( 1 ) LORD MERLIM ( 5 ) LOUISE HAY ( 10 ) LUA ( 90 ) LUA CHEIA ( 12 ) LUA DE LUZ ( 6 ) LUXONIA ( 2 ) LUZ PLATINA ( 1 ) LUZDEGAIA ( 20 ) LUZIEL ( 8 ) MA ANANDA MOYI ( 3 ) MA MAHAGAURI ( 1 ) MADRE TEREZA ( 5 ) MAE DIVINA ( 39 ) MAE EUFROSINIA ( 1 ) MAE GAIA ( 115 ) MAE MARIA ( 311 ) MAGO LUA BRANCA ( 1 ) MAGOS NEGRO CAPELA ( 1 ) MAHA CHOHAN ( 12 ) MAHATMA ( 1 ) MAIAS ( 49 ) MAITREYA ( 9 ) MALDEK (TIAMATH) ( 2 ) MANDALAS ( 13 ) MANIFESTO ( 2 ) MANTRAS ( 18 ) MANUAL ( 16 ) MAPA ( 3 ) MAQUINA DO TEMPO ( 2 ) MARCHA 1 MILHÃO ( 5 ) MARIA MADALENA ( 15 ) MARIA RAIO X ( 1 ) MARIA SILVIA ORLOVAS ( 5 ) MARTE ( 82 ) MARTIN REES ( 1 ) MASAHARU TANIGUCHI ( 1 ) MASARO EMOTO ( 1 ) MASHUBI ROCHELL ( 1 ) MATER MAE ( 2 ) MATERIAS ( 65 ) MATIAS DE STEFANO ( 15 ) MATRIX ( 21 ) MATTHEWS ( 95 ) MAYTREIA ( 21 ) MEDICINA BIONERGÉTICA ( 1 ) MEDICINA CONVENCIONAL ( 1 ) MEDITAÇÃO ( 82 ) MEDIUNIDADE ( 2 ) MELQUISEDEQUE ( 64 ) MEMÓRIAS ( 3 ) MENSAGENS ( 20 ) MERKABA ( 5 ) MESTRA ASTREIA ( 1 ) MESTRA CRISTAL ( 2 ) MESTRA EGEIA ( 1 ) MESTRA NADA ( 26 ) MESTRA PORTIA ( 6 ) MESTRA ROWENA ( 11 ) MESTRA SAIDA KHATOON ( 25 ) MESTRE AFRA ( 1 ) MESTRE ALFAZEMA ( 1 ) MESTRE CARMI ( 1 ) MESTRE EL MORYA ( 47 ) MESTRE HILARION ( 70 ) MESTRE JESUS ( 528 ) MESTRE KHUTUMI ( 18 ) MESTRE LANTO ( 9 ) MESTRE PAULO VENEZIANO ( 3 ) MESTRE RAM ( 18 ) MESTRE SAINT GERMAIN ( 226 ) MESTRE SALONIS ( 1 ) MESTRE SANANDA ( 115 ) MESTRIA ARCANJO MIGUEL ( 1 ) METAFISICA ( 6 ) METRATON ( 386 ) MICHIO KAKU ( 1 ) MIKE QUINSEY ( 9 ) MINHA MESTRIA ( 7 ) MISSÃO RAHMA ( 1 ) MISSÃO TERRA ( 5 ) MIZ TLI TLAN ( 3 ) MOINTIAN ( 9 ) MONGE TIBETANO ( 1 ) MONJA COEN ( 2 ) MONJORONSON ( 7 ) montag ( 1 ) MONTAGUE KEEN ( 126 ) MOOJI ( 2 ) MORTE ( 8 ) MOTIVAÇÃO ( 1 ) MSTRE KUTHUMI ( 49 ) MUDANÇAS ( 7 ) MUDRA ( 2 ) MULTIMIDIMENSIONALIDADE ( 23 ) MUSICA ( 7 ) MYTHI ( 1 ) Nabara ( 1 ) NAMASTE ( 5 ) NANOTECNOLOGIA ( 3 ) NAPOLEON HILL ( 1 ) NASSIM HARAMEIN ( 21 ) NATAL ( 25 ) NAVE ALFA ( 32 ) NAVE AVALON ( 1 ) NAVE AZUL ( 8 ) NAVE MÃE ( 3 ) NAVE SHAN ( 2 ) NAVES ESPACIAIS ( 4 ) NEFILIM ( 1 ) NEPHILIM ( 1 ) NESARA ( 10 ) NEXUS ( 9 ) NIBIRU ( 79 ) NIKOLA TESLA ( 26 ) NIOBIO ( 4 ) NO YES ( 1 ) NODOS ( 2 ) NOM (Nova Ordem Mundial) ( 6 ) NOSSA SENHORA ( 2 ) NOSTRADAMUS ( 9 ) noticias ( 62 ) NOVA ERA ( 6 ) NOVA TERRA ( 62 ) NUMEROLOGIA ( 20 ) O COLETIVO ( 14 ) O CONSELHO ( 114 ) O CRIADOR ( 59 ) O EVANGELHO DE TOMÉ ( 2 ) O EVENTO BRASIL ( 1 ) O EVENTO... ( 5 ) O GRUPO ( 117 ) O M AVAINHOV ( 175 ) O MANTO ( 1 ) O MEDO ( 12 ) O OLHO ORUS ( 1 ) O PAI NOSSO ( 3 ) O PLANETA SHAN ( 5 ) O SEGREDO ( 1 ) O SILENCIO -SABEDORIA INDIGENA ( 1 ) O SOM ( 4 ) OBAMA ( 2 ) ONDA DE ASCENSÃO ( 7 ) ONDA GALACTICA ( 8 ) OPERAÇÃO PRATO - OVNIS ( 5 ) OPERAÇAO RESGATE ( 1 ) ORAÇAO ( 32 ) ORBES ( 4 ) ORIAH ( 1 ) ORION ( 78 ) ORIONIS ( 15 ) OS ALIADOS ( 12 ) OS ILUMINADOS ( 29 ) OS MESTRES ( 166 ) OSAMA BIN LADEN ( 1 ) OSHO ( 164 ) OSIRIS ( 2 ) OSNI - OBJETO SUBMARINHO NÃO IDENTIFICADO ( 2 ) OUSE ( 1 ) OVNIS ( 596 ) OWEN WATERS ( 121 ) OXALC ( 6 ) P`TAAH ( 2 ) PAI CRIADOR ( 5 ) PAI JOAO DE ANGOLA ( 1 ) PAI JOÃO DE ANGOLA ( 1 ) PAI JOAQUIM DE ARUANDA ( 2 ) PALESTRAS ( 1 ) PALLAS ATHENAS ( 17 ) PAPA FORCE ( 2 ) PAPA FRANCISCO ( 3 ) PAPA JOAO PAULO II ( 2 ) PARABOLAS ( 1 ) PARTICULAS DA FONTE ( 30 ) PASSES ( 1 ) PAUL LAUSSAC ( 1 ) PAULO COELHO ( 1 ) PAULO VENEZIANO ( 1 ) PAX ( 2 ) PEDRAS ( 1 ) PEDRO COELHO ( 1 ) PÉGASO ( 1 ) PENA BRANCA ( 4 ) PENTAGRAMA ( 1 ) PERGUNTAS E RESPOSTAS ( 6 ) PERIGEU ( 1 ) PERISPIRITO ( 2 ) PEROLAS ( 29 ) PETER DEUNOV ( 3 ) PETIÇÃO ( 12 ) PHILLIPE DE LYON ( 8 ) PIRAMIDES ( 5 ) PITAGORAS ( 1 ) PLANETA MALDEC ( 13 ) PLANETA X ( 18 ) PLANO ASTRAL ( 1 ) PLEIADES 1 ( 351 ) PLEIADES 2 ( 9 ) PLEIDIANOS ( 364 ) PODCAST ( 3 ) POESIAS ( 1 ) POLOS ( 14 ) PORTAL ( 185 ) PORTAL ALCIONE ( 2 ) PORTAL ULTRA ( 1 ) portal2013br ( 14 ) POSEIDON ( 2 ) POVO AZUL ( 11 ) PPS ( 1 ) PRESENÇA EU SOU ( 4 ) PREVISÕES ( 10 ) PRIMEIRO CONTATO ( 9 ) PROCYON ( 2 ) PROFECIAS ( 69 ) PROJEÇÃO ASTRAL ( 2 ) PROJETO HAARP ( 12 ) PROJETO MONTAUK ( 2 ) PROJETO PORTAL ( 1 ) PROJETO VENUS - BRASIL ( 1 ) PROJETOR ( 12 ) PROSPERIDADE ( 2 ) PROTOCOLOS ( 10 ) PSICOGRAFIA ALFRED SCHUTZ ( 1 ) PTAH ( 44 ) RAÇAS ESTELARES ( 6 ) RAELIANOS ( 1 ) RAIMBOW PHOENIX ( 2 ) RAINBOW PHOENIX ( 3 ) RAINHA ISABEL ( 2 ) RAIOS ( 16 ) RAMAATHIS MAM ( 3 ) RAMATAN ( 14 ) RAMATIS ( 21 ) RAMTHA ( 1 ) recado aos leitores ( 1 ) REDE MUNDIAL ( 3 ) REFLEXÕES ( 698 ) REGISTRO AKASHICOS ( 2 ) REIKI ( 4 ) RELATORIO ( 1 ) RELATOS ( 3 ) RELIGIAO X ESPIRITUALIDADE ( 18 ) RELOGIO COSMICO ( 1 ) REPTILIANOS ( 22 ) RESGATE ( 1 ) RESSONÃNCIA ( 10 ) RETIROS ETÉRICOS ( 1 ) Rev Mark Kimmel ( 12 ) REVELAÇAO ( 9 ) RICHARD DOLAN ( 1 ) RITUAL ( 2 ) ROBERTO RAPÉE ( 3 ) ROBERTO SHINYASHIKI ( 4 ) ROBO ( 1 ) ROBSON PINHEIRO ( 4 ) RODRIGO ROMO ( 66 ) ROMMANEL CRE"ATOR ( 1 ) RUMI ( 1 ) SABEDORIA DOS ANJOS ( 6 ) SAITHRHU ( 1 ) salmos ( 1 ) SALOMAO ( 12 ) SALTO QUANTICO ( 4 ) SALU SA DE SIRIUS ( 760 ) SAMANA ( 1 ) SANAT KUMARA ( 41 ) SANTIAGO O APOSTOLO ( 1 ) SAO CIPRIANO ( 1 ) SÃO JOSE ( 1 ) SARAH ( 3 ) SASHA ( 1 ) SATHYA SAI BABA ( 2 ) SATIA SAI BABA ( 2 ) SATSANG DO COLETIVO DO UM ( 16 ) SATYAPREM ( 1 ) SAUDAÇÕES DE ORION ( 2 ) SAUDE ( 25 ) SAUL ( 299 ) SELACIA ( 16 ) SEMENTE ESTELAR ( 34 ) SEMENTES DE SIRIUS ( 2 ) SENHORA SOL ( 9 ) SENHORES DO CARMA ( 2 ) SENSITIVO ( 1 ) SERAPHIN ( 7 ) SERAPHIS BEY ( 15 ) SEREIAS ( 2 ) SERES DE JUPITER ( 1 ) SERES DIMENSIONAIS ( 82 ) SERES OCS ( 2 ) SERETI ( 26 ) SERIE DE TEXTOS AD ( 20 ) SERITI ( 2 ) SETE SELOS ( 4 ) SHAKESPEARE WILLIAM ( 1 ) SHAMBALLA ( 5 ) SHANYA ( 1 ) SHAUMBRA ( 18 ) SHEKINAH ( 9 ) SHELDAN NIDLE ( 264 ) SHIMA ( 91 ) SHINKOLE ( 5 ) SHION DE ANTARES ( 2 ) SHOAM ( 1 ) SHOIM ( 6 ) SHTARRER ( 18 ) SHYLTON DIAS ( 4 ) SILO ( 1 ) SIMBOLOS ( 7 ) SINAIS ( 13 ) SINARQUIA ( 1 ) SINDROME DO PÂNICO X MEDIUNIDADE ( 1 ) SINKHOLE ( 1 ) SINTESE ( 74 ) SIRAYA ( 2 ) SIRIANOS ( 76 ) SIRIUS B ( 14 ) SISTEMAS ( 5 ) SITE ANJO DE LUZ ( 11 ) SNATAM KAUR ( 1 ) SNOW ( 8 ) SNOWDEN ( 4 ) SOL ( 112 ) SOLARA ( 4 ) SOLSTICIO ( 9 ) SOLTEC ( 1 ) SOM DO APOCALIPSE ( 3 ) SOMBRA ( 6 ) SONHOS ( 2 ) sons ( 28 ) SOREM ( 1 ) SRI AUROBINDO ( 32 ) STEVE BECKOW ( 23 ) STEVEN M GREER ( 2 ) SUSTENTABILIDADE ( 26 ) SVALI ( 1 ) TANIA RESENDE ( 4 ) TECNICAS ( 2 ) TECNOLOGIAS ( 10 ) TELECINESIA ( 1 ) TELEPATIA ( 20 ) TELESCOPIO HUBBLE ( 4 ) TELETRANSPORTE ( 19 ) TELLUS SHAMBALA ( 2 ) TEMPLARIOS ( 1 ) TEMPLO TELLES ( 1 ) TEMPO ( 3 ) TERCEIRA GUERRA ( 1 ) TERRA É PLANA ( 2 ) TERRA OCA ( 27 ) TERREMOTO ( 47 ) TEXTOS ( 5 ) THE CONTINUUM ( 7 ) THOT ( 3 ) TIPO SANGUINEO ( 1 ) TOBIAS ( 119 ) TOQUES DO CRIADOR ( 5 ) TRABALHADORES DA LUZ ( 42 ) TRANSHUMANISMO ( 1 ) TRANSICÃO PLANETARIA ( 370 ) TREINAMENTO ( 1 ) Tres dias Escuridão ( 11 ) TRIANGULO DAS BERMUDAS ( 2 ) TRIBO HOPI ( 3 ) TRIGUEIRINHO ( 42 ) TRILOGIA ( 2 ) TSE-BO-RAH ( 2 ) UCEM ( 1 ) UFOS ( 598 ) ULTRATERRESTRE ( 2 ) UM AMIGO ( 14 ) UMBANDA ( 36 ) UNICORNIO ( 1 ) UNTWINE ( 1 ) URANIANOS ( 3 ) URANTIA ( 26 ) UTE ( 33 ) UTILIDADE PÚBLICA ( 21 ) VEGA DE LIRA ( 24 ) VEGETARIANISMO ( 1 ) VELATROPA E YASMIM ( 4 ) VENUSIANOS ( 11 ) VIAGEM ASTRAL ( 7 ) VIAGEM DO TEMPO ( 3 ) VIAJANTE DO TEMPO ( 19 ) VIBRAÇÃO ( 26 ) VIDENTE ( 1 ) VIDEOS ( 55 ) VINICIUS E MARCIA DINIZ ( 33 ) VIRGIL ARMSTRONG ( 1 ) VIRUS ( 1 ) VIVENCIA ( 1 ) VIZUALIZAÇÃO ( 2 ) VORTICE-Pedro elias ( 1 ) VOZ ESPACIAL ( 2 ) VULCÕES ( 15 ) VYWAMUS ( 4 ) WAGNER BORGES ( 9 ) WALK-IN ( 25 ) WESAK ( 10 ) WILLIAN LEPAR ( 38 ) WORLD WIDE WEB WWW ( 1 ) WOYRAN ( 1 ) XAMÃ ( 6 ) YODS ( 1 ) YOGA ( 1 ) YOGANANDA ( 3 ) YOGI BABAJI ( 11 ) YRIS ( 2 ) YURI ( 2 ) ZECHARIA SITCHIN ( 1 ) ZEUS ( 1 ) ZIKA VIRUS ( 3 ) ZINAKEL ( 1 ) ZINGDAD ( 1 ) ZOOSH - ROBERT SHAPIRO ( 1 ) ZUMBI ( 1 )

COMUNICADO AOS SEGUIDORES DO BLOGER

ATENÇÃO LEITORES DO BLOG, MUDANÇAS A CAMINHO FEITAS PELO GOOGLE...

COMUNICADO

ATENÇÃO SEGUIDORES DO MEU BLOG..

SEGUNDA-FEIRA, 1 DE FEVEREIRO DE 2016

Tenho notado que o número de seguidores do blog vem diminuindo a cada dia, cheguei a pensar que pudesse ser um vírus, ou simplesmente um desinteresse em massa...

Nada disso.

Eis um trecho da nota postada no fórum deles:

"A partir do dia 11 de janeiro de 2016 não será mais possível seguir blogs com oGoogle Friend Connect usando oTwitter, Yahoo, Orkut ou outras contas do tipo OpenId.

Além disso, removeremos doGoogle Friend Connect os perfis de contas que não são do Google, então é possível que vocês notem uma queda no número de seguidores em seus blogs."

Infelizmente não sei quais seguidores"sumiram" do blog, mas caso você não tenha uma bendita conta no Google e ainda queira acompanhar o blog, a solução dada por eles é a seguinte:

Crie uma conta Google para acessar o Friend Connect e seguir o blog novamente com essa conta.

Se você tem um blog, saiba mais AQUI.

https://productforums.google.com/forum/#!msg/blogger-pt/gSORVR3q27w/sHDeNf7tCgAJ

CUIDADO COM OS FALSOS PROFETAS...

“Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem. Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Por seus frutos os conhecereis. Porventura se colhem uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?"

Mateus 7:13-16

COMENTARIOS RECENTES

POSTAGENS MAIS ACESSADAS

EU SOU O QUE EU SOU, DEUS “Ehyeh Asher Ehyeh” SO HAN

Minha foto
PARA AQUELES QUE QUEREM SE APROFUNDAR DE ONDE VEM, E PARA ONDE VAI...TEMAS RELACIONADOS A ESSA EXPECTATIVA..

Adamus Saint Germain

Adamus Saint Germain
Regente 7o.Raio-Era de Aquário

APELO A SAINT GERMAIN

Eu Invoco a Saint Germain para me ajudar a transmutar e requalificar todas energias densas que estejam em meu campo Aurico

Assim seja,

Amém....

Eu Sou um Ser de Fogo Violeta, Eu Sou a Pureza que Deus deseja...

TRADUÇÂO DO TEXTO DA FOTO

A LOVING FRIENDSHIP OF HEAVENLY ANGELS FROM GALACTIC CONFEDERATION OFF PLANETS WITH EARTHMEN IN A SPACE SHIP TRADUÇÃO GOOGLE

A AMIZADE AMOROSA DE HEAVENLY ANJOS DA CONFEDERAÇÃO GALACTIC PLANETAS FORA COM TERRÁQUEOS EM UMA NAVE ESPACIAL

SELAMAT GAJUN! SELAMAT JA!

(EM IDIOMA SÍRIUS:

SEJAM UM!SEJAM EM ALEGRIA!)

}(document, 'script', 'facebook-jssdk'));